Glassdoor - Disappointed but not Surprised | Glassdoor.com.br
  1. Útil (17)

    "Disappointed but not Surprised"

    EstrelaEstrelaEstrelaEstrelaEstrela
    • Qualidade de vida
    • Cultura e valores
    • Oportunidades de carreira
    • Remuneração e benefícios
    Estagiário em São Paulo, São Paulo
    Recomenda

    Trabalhou na Glassdoor em por mais de um ano

    Prós

    O ambiente da empresa é muito bom, um companheirismo incrível das pessoas que estão sempre dispostas a te ajudar, posso sim dizer que fiz amigos ali que vou levar pra vida inteira. O horário é flexível e tem diversos eventos como happy hour, pizza de sexta uma vez por mês, cerveja todas as sextas o dia inteiro, snacks e frutas. Empresa ainda com poucos funcionários, o que facilita a comunicação entre as áreas e te... permite conhecer um pouco mais do trabalho de cada um, e chefes dispostos à novas ideias de integração entre os funcionários. Tem video-game e espaço com puffs para descansar, além de também ser pet friendly.

    Mostrar mais

    Contras

    O principal ponto negativo da Love Mondays que percebi nos dois anos que estive lá foi a desestrutura ao crescer de forma rápida. Era uma empresa que cuidava dos funcionários no inicio mas com o crescimento não souberam administrar essa situação muito bem. Os donos costumam pensar que os pontos positivos que citei acima são o suficiente para deixar os funcionários motivados e contentes com a empresa, mas o principal..., reconhecimento, eles esquecem - ou preferem deixar de lado. A maior parte do que vi no meu tempo lá foram funcionários lutando para crescer dentro da empresa, vestindo a camisa de forma genuína, e tendo pouco ou nenhum reconhecimento por isso. Motivos totalmente sem sentido e aleatórios são utilizados para justificar uma não-promoção (muitas vezes esses motivos nem sequer remetem ao cargo que você ocupa ou suas funções). Eles não se preocupam com a retenção de funcionários, ou com o melhor aproveitamento de suas habilidades. A carga de trabalho dos funcionários é extremamente alta - justificado por ser uma startup - mas não há definição alguma de prioridades: você é pedido para priorizar o item X, mas se por isso não consegue completar o item Y, você é visto como incapaz. A empresa possui, teoricamente, politica de homeoffice a cada 15 dias, no entanto isso é mal comunicado e os funcionários ficam receosos de aproveitar desse beneficio pois todas as vezes se é perguntado o motivo de se querer trabalhar de casa. Os salários ainda são baixos (estranhamente alto para alguns cargos irrelevantes), acumulo de funções é algo bem comum, e novamente você não é reconhecido por isso. Há algum tempo o contrato dos estagiários tinha duração de um ano, mas após perceberem o quão desgastante era o trabalho preferiram reduzir o tempo de contrato para 6 meses ao invés de avaliar diferentes atividades que pudessem desenvolver as habilidades deles, considerando que a moderação de conteúdo não acarreta desenvolvimento algum para um estudante, e é uma tarefa um tanto quanto mecânica. Resumindo, você se sente de certa forma usado por alguns meses e depois segue sua vida fora da empresa com se esses 6 meses nunca tivessem acontecido. A taxa de efetivação é extremamente baixa para a quantidade de estagiários que passam pela empresa, e as alegações normalmente envolvem justificativas como "não há uma vaga no seu perfil" ou "infelizmente estamos sem espaço", mas não se vê empenho algum dos lideres em tentar encaixar essa pessoas que podem agregar MUITO para a empresa.

    Mostrar mais

    Conselho à presidência

    A Love Mondays é uma empresa incrível, com um ambiente incrível e funcionários melhores ainda. Não deixem isso se perder igual já está acontecendo. Olhem pros seus funcionários no feedback, e realmente avaliem aquilo que ele tem feito de certo, pequenos erros acontecem e muitas vezes são irrelevantes, isso jamais vai diminuir a qualidade do trabalho deles. Lembrem que reconhecimento é muito mais do que bônus ou... presentes, um obrigado ou um parabéns já podem fazer a total diferença no dia de alguém. Olhem para os seus estagiários também, eles são quem fazem a Love Mondays girar, contents aprovando o conteúdo que gera valor pro site e o comercial marcando as reuniões que geram suas vendas. Sem eles a Love Mondays não funcionaria, e muitas vezes vocês fecham os olhos para o que acontece na sala deles e sequer se preocupam se estão felizes trabalhando pra vocês. Lembre-se que eles estão só começando a carreira deles, eles vão errar, e é nesse momento que vocês precisam ajudar eles a saber tomar decisões. Eu tenho lembranças boas e ruins da Love Mondays, afinal vivi metade da vida da empresa com vocês, mas as boas com certeza se sobressaem, tenho muito orgulho de ter feito parte do time. Sucesso sempre.

    Mostrar mais
    Glassdoor2017-11-14

    Resposta da Glassdoor

    July 19, 2019CEO

    Olá, obrigada pelo seu feedback! Aprecio você ter tirado o tempo para mandar sua visão sobre a Love Mondays, pois é isso que faz a gente melhorar e continuar crescendo. Sobre os pontos que você mencionou, vou tentar abordar todos na ordem mencionada. Primeiro, sobre a falta de estrutura. Como uma startup que cresce de maneira muito acelerada, realmente alguns processos ficam para trás e a gente não dedica tempo suficiente para estruturar isso. Agora, com quase 5 anos de empresa, estamos conseguindo olhar com mais carinho para isso. Reconheço a importância, porém no estágio inicial temos mesmo que priorizar o crescimento acelerado, afinal não adianta nada termos todos os processos estruturados se no fim o negócio não dá certo e tem que fechar as portas. Quanto à falta de reconhecimento que você menciona: ouvimos da maioria dos Content Stars (equipe de processamento de conteúdo) que o estágio de 6 meses proporciona sim uma oportunidade de aprendizado, como inclusive se vê em alguns reviews postados aqui. O que vimos, ao longo dos anos, é que, passando desse tempo, a curva de aprendizado realmente diminui e por isso o estágio se encerra por aí. O importante é que deixamos isso extremamente claro no processo de contratação, para que a pessoa saiba disso e tome a sua decisão de maneira bem informada. Ainda, contratamos a maioria dos estagiários como primeira oportunidade de estágio, para que assim a pessoa saia daqui com uma primeira experiência profissional. Apesar de termos estagiários excelentes com a gente, o fato é que a equipe de conteúdo sempre terá mais estagiários do que o negócio consegue absorver, e assim acabamos perdendo pessoas ótimas, que realmente agregam muito para a Love Mondays todos os dias. Quando há oportunidades fora da equipe de conteúdo, aproveitamos sim essas pessoas boas que trabalham com a gente. Você mesmo, se ficou com a gente por 2 anos, significa que gostamos muito do seu trabalho e conseguimos encaixar você em outras áreas fora da equipe de conteúdo. Temos também outros exemplos de pessoas que vieram da nossa equipe de Content Stars e hoje trabalham com vendas, sucesso do cliente e marketing de performance como colaboradores CLT e não mais como estagiários. Quanto ao Home Office, esse benefício se aplica somente para funcionários CLT. Já tentamos algumas vezes dar essa possibilidade também aos estagiários, porém vimos que, como eles precisam trabalhar com bastante proximidade com a equipe, acaba não dando certo. Isso não quer dizer que, quando há algum motivo para você trabalhar de casa, a gente não dê essa flexibilidade. Acredito que a flexibilidade seja um dos nossos pontos fortes, permitindo que as pessoas façam seu próprio horário e que fiquem de casa quando necessário. Foi provavelmente por isso que o seu gestor perguntou o porquê quando você falou que ficaria de casa. Por fim, agradeço novamente o seu feedback e os seus 2 anos aqui na Love Mondays. Sei que ainda temos muito o que melhorar, que temos uma longa trajetória pela frente, mas saiba que estamos trabalhando muito para fazer isso tudo acontecer. Fico feliz que você tenha feito amigos de verdade aqui e desejo muito sucesso na sua carreira.

    Mostrar menos

Outras avaliações de funcionários

  1. "Avaliação Glassdoor/ Love Mondays"

    EstrelaEstrelaEstrelaEstrelaEstrela
    • Qualidade de vida
    • Cultura e valores
    • Remuneração e benefícios
    • Alta liderança
    Ex-funcionário - ESTÁGIO em São Paulo, São Paulo
    Recomenda
    Perspectiva neutra

    Trabalhou na Glassdoor em meio período

    Prós

    Muito aprendizado, transparência total, apoio ao estagiário, cerveja de sexta, espaço de descompressão, ambiente descontraído. Foi uma experiência incrível, no pouco tempo que passei lá foi o suficiente para me fazer crescer pessoalmente e profissionalmente. Ótimos colegas de trabalho. Fácil acesso á cargos de hierarquia.

    Contras

    Trabalho um pouco monótono, só isso.

    Conselho à presidência

    Continue crescendo como Glassdoor sem perder a essência Love Mondays.

    Glassdoor2019-08-06
  2. "Fuja de cargo operacional"

    EstrelaEstrelaEstrelaEstrelaEstrela
    • Qualidade de vida
    • Cultura e valores
    • Oportunidades de carreira
    • Remuneração e benefícios
    • Alta liderança
    Ex-estagiário - Moderador De Conteúdo em São Paulo, São Paulo
    Não recomenda
    Perspectiva neutra

    Trabalhei na Glassdoor em por menos de um ano

    Prós

    É meio difícil pensar nos pontos positivos, porque à primeira vista a Glassdoor parece ser a empresa perfeita para trabalhar, mesmo em um cargo operacional: ela se importa com a qualidade de vida do funcionário - temos uma prateleira de snacks à vontade, com diversos doces, tanto fitness, orgânicos, veganos, quanto doces comuns -, tem, sim, cerveja todas as sextas, e é um lugar bem limpinho. Temos o Max <3... doguinho fofo, e as pessoas são bem amigáveis, de modo geral. O VR então, sem condições, simplesmente o ideal para custo da região. Quanto a alta gestão: a Lu, CEO, é uma pessoa muito preocupada com o time de conteúdo, e é uma preocupação genuína, nada forçada para fazer aparência (ao menos pelo que eu percebi), e há muitas mulheres em cargo de liderança, o que é inspirador. Além disso, a maioria das pessoas ali (há exceções) vão te tratar muito bem, e você vai levar amigos para a vida

    Mostrar mais

    Contras

    A equipe de conteúdo é desestruturada e é, sobretudo, um cargo operacional. No início é meio difícil perceber isso, você se ilude achando que está na mesma hierarquia dos demais estagiários, mas conforme o tempo passa, várias ações pequenas (e algumas grandes) nos lembram constantemente de que não é bem assim... E é complicado porque o contrato é de 6 meses, então até você construir uma voz, perceber a... desvalorização enorme que o time sofre, e entender que você tem um local de fala na empresa para poder dar um feedback sobre isso, já se passaram 5 meses e você está no fim do estágio, preocupado e estressado demais com o desemprego para gastar estresse com algo que dificilmente você será ouvido... Porque eu nem sei mais se somos ouvidos ou não, sinceramente. O que eu sei é que eu tenho liberdade para falar o que eu estou pensando, mas eu sinto que não faz diferença nenhuma na empresa. Eu sinto que minha voz e minhas opiniões duram aqui o mesmo tempo que o contrato dura: 6 meses. Ou menos. E nem ecoa dentro do time, quanto mais fora dele. E essa rotatividade, pra mim, não faz sentido. As justificativas não fazem sentido. Dizem que a curva de aprendizado diminui, mas e a qualidade de vida do estagiário? Eu não posso dizer que eu não aprendi nada, e que isso não foi enriquecedor, porque foi, e realmente depois de 6 meses não existem coisas novas para aprender, mas o que eu vejo com esse lance de curva de aprendizado é que, para a empresa, o conteúdo é infinitamente mais relevante do que a qualidade de vida das pessoas que compõem o time. Não é saudável você abraçar alguém por 6 meses, e depois soltar; não é saudável você cobrar metas e metas de um universitário que está preocupado em ser descartado por uma empresa que finge que se preocupar com ele; que, além de dar conta das responsabilidades da faculdade e do trabalho, também tem que procurar um outro estágio porque esse tá acabando… Em geral a preocupação do resto da empresa, em especial o time de marketing, com o time de conteúdo se resume a fiscalizar certos benefícios que algumas pessoas acham que você, por fazer parte de um time operacional, não devia ter. Aliás, o time de marketing é um time prejudicial para o time de conteúdo: não são todos, mas há pessoas que estão no marketing que não perceberam que não estão mais no ensino médio. A imaturidade toma conta e incomoda porque se alguém não for com a sua cara, essa pessoa vai ficar atrás de você como um fantasma que quer te ver falhar, e vai contribuir ativamente para que isso aconteça. No fim do meu contrato, houve tão pouca empatia que ao invés de ser um mês memorável e tranquilo para eu buscar novas oportunidades no mercado de trabalho, se tornou um mês que eu só desejava que acabasse logo - mesmo que isso significasse que a bolsa, os benefícios, a rotina com minha equipe (muito querida) e o VR acabariam também. Enfim. Outra coisa que me incomodou demais assim que eu pisei na Glassdoor foi a falta de incentivo à cultura de diversidade, por mais que exista muita mulher em cargo de liderança. Não vi nenhum esforço para contratar funcionários negros. No fim das contas, acho que se você quer participar de qualquer time da Glassdoor que não seja o de conteúdo, talvez você poderá ser feliz, sim, mas para ser estagiário no cargo de moderação de conteúdo: foge.

    Mostrar mais

    Conselho à presidência

    Monte uma estratégia para valorizar o time de conteúdo, mostre a importância do nosso trabalho para o resto da empresa.

    Glassdoor2019-10-18

Descobrir mais avaliações da Glassdoor.