Cresça profissionalmente, Gerencie sua carreira, Planeje sua carreira

Como fazer uma transição de carreira

Quando a felicidade desaparece, não adianta insistir em algo não está dando mais certo e isso também vale para sua vida profissional. Uma transição de carreira não é um movimento fácil, mas muitas vezes é o que vai atender suas expectativas e melhorar sua qualidade de vida.

Nessas condições, uma grande mudança não irá atrasar a sua vida. É preciso que você encare essas novidades como um investimento para sua felicidade e crescimento em uma nova área de atuação. Também não considere isso como um medidor de fracasso, principalmente ao ouvir a opinião de outras pessoas. Pense que você está buscando o sucesso por outro caminho!

Leia também: 7 profissões do futuro para ficar de olho

Para tornar tudo mais fácil, separamos quatro passos para te ajudar na sua mudança na carreira:

1. Analise sua situação

O primeiro passo é entender a fonte de suas frustrações e reconhecer as oportunidades mais próximas.

De onde vem sua insatisfação? Está na empresa, nas suas atividades ou na sua área de atuação? Por muitas vezes, toda essa ansiedade por mudanças está nos detalhes mais simples da sua rotina. Talvez seja o ambiente de trabalho, a monotonia de uma atividade mecânica na sua função ou até mesmo o caminho que você faz até o escritório. Pense também se alguma outra oportunidade na empresa onde você está hoje te faria mais feliz.

Se o problema não está nos detalhes, é viável considerar outras opções para prosseguir sua vida profissional.

Descubra o perfil do profissional do futuro

2. Pense nas possibilidades

As perguntas aqui são: quais outras áreas de atuação te fariam feliz e qual a melhor forma de alcançá-las?

Pode ser a hora de explorar um talento descoberto há muito tempo ou focar em aprender algo novo, o que provavelmente te ajudaria a diminuir a ansiedade por mudanças nesse momento.

Vale a pena refletir também sobre suas aspirações, sobre o que os outros valorizam em você e no que você tem vontade de fazer, mesmo que pareça um movimento ousado.

A dica é anotar todas as ideias em uma folha, como se fosse um brainstorming, sem medo de algo parecer bobagem. Depois de reunir tudo o que você pensou, reflita sobre o que foi escrito, pense individualmente nas possibilidades e escolha as que mais fazem sentido para você.

Futuro do trabalho: para brasileiros, tecnologia eliminará cargos operacionais

3. Bata um papo com profissionais

Falar com pessoas da área pode ajudar a afastar o medo do desconhecido. Você pode ficar por dentro do mercado, das obrigações e começar a criar seu networking ao conversar com outros profissionais.

Pergunte para seus amigos se eles conhecem alguém que trabalhe com o que você quer fazer, entre em grupos de discussão sobre a profissão e siga nas redes sociais profissionais que são referência na área.

Para o bate papo, considere perguntar coisas sobre como iniciar no mercado, quais as maiores dificuldades encontradas na profissão, quais são as melhores empresas para se trabalhar e como você pode ser um profissional ideal para esse novo mundo.

Leia também: Sente falta de um antigo emprego? Saiba como voltar a trabalhar lá!

4. Monte um plano

Agora que você já tem claro em sua mente quais são as possibilidades para sua transição, é hora de montar um plano.

Entenda quais são as qualificações específicas necessárias para sua transição de carreira e trace um plano de como conquistar essas novas habilidades e conhecimentos.

Entendendo exatamente o que você precisa melhorar ou aprender para atuar na sua nova área e liste onde você pode desenvolver essas habilidades e fazer cursos.

Veja 4 perguntas essenciais antes de transformar seu hobby em profissão


No nosso blog, você encontra outras dicas úteis sobre carreira, relações profissionais e pode conhecer mais sobre empresas incríveis!

Leia mais:

5 atitudes que podem prejudicar sua carreira sem você perceber

O trabalho está prejudicando a sua saúde mental?

Currículo: o guia completo para se destacar

8 perguntas que você precisa saber responder em uma entrevista de emprego