3 dicas para avaliar fit cultural em candidatos

Ao trabalhar uma posição em aberto, é comum analisar as hard e soft skills dos candidatos. Mas sabemos que isso não basta para garantir uma contratação certeira e se certificar de que o entrevistado irá se adaptar à cultura da organização.

Um profissional que tem fit cultural com a empresa é aquele cujos valores, ideias e objetivos de vida se alinham com os valores e missão da companhia. Quando não há esse fit, pode haver frustração para ambos os lados e um turnover mais elevado. Mas como fazer esse tipo de identificação durante o processo seletivo?

EVP e cultura

O primeiro passo é entender muito bem o EVP da sua organização e também a cultura do ambiente. A cultura é composta por diversos fatores, mas em geral tem suas predominâncias. Ela pode ser, por exemplo, mais agressiva, mais inovadora, orientada para o mercado etc. Identifique esse traço preponderante e as nuances serão mais facilmente entendidas. É importante ter tudo isso muito claro na cabeça antes de entrevistar os candidatos.

Faça perguntas situacionais

Fazer perguntas baseadas em situações práticas também pode ajudar bastante. Quando nossas perguntas são muito objetivas e fechadas, o candidato talvez dê uma resposta limitada, que não revela exatamente o que queremos saber. Um exemplo prático: troque “Você se considera uma pessoa inovadora?” por “Qual foi a última vez que você teve que sair da sua zona de conforto e como foi isso para você?”. Ao pedir exemplos práticos, você consegue conhecer bem melhor aquele profissional.

Entrevistas com outros colaboradores

Outra forma de conseguir avaliar o fit cultural é pedir para que outra pessoa da empresa, sem ser da mesma área de atuação do candidato, o entreviste. A Creditas, por exemplo, tem alguns funcionários embaixadores da sua cultura que ficam responsáveis por essa fase do processo seletivo. Veja aqui mais alguns detalhes.

Leia também: 5 perguntas para fazer aos candidatos em uma entrevista de emprego