5 perguntas para fazer aos candidatos em uma entrevista de emprego

Embora não haja uma única forma correta de se fazer uma entrevista de emprego, algumas perguntas lhe permitirão, como recrutador, conseguir informações-chave sobre os candidatos a uma posição na sua empresa.

Sabemos que o tempo é um limitador nesse processo, especialmente se você estiver lidando com um grande número de pessoas. Mas, além de descobrir se quem está na sua frente é tecnicamente apto para a posição, é missão do entrevistador analisar se o candidato combina com a cultura e valores da empresa e se vai se adaptar bem com o estilo de gestão e o restante do time.

Para ajudá-lo a desenvolver sua lista de perguntas de entrevista comportamental, reunimos cinco sugestões e explicamos o que suas respostas podem revelar sobre os candidatos:

1 – “Qual foi seu maior erro em um projeto ou ao longo da sua trajetória profissional?”

Pense nessa questão como outra forma de perguntar “Quais são seus maiores pontos fracos?”. Ao usar essa formulação, você consegue evitar respostas prontas e pode descobrir coisas importantes às quais não teria acesso apenas lendo o currículo.

Ouvir um candidato descrever um erro pode mostrar o quanto ele possui de autoconsciência. Analise sua capacidade de assumir a responsabilidade por seus erros e sua maturidade ao lidar com eles. Incentive-o a explicar sua resposta e a dizer o que faria diferente hoje.

2 – “Qual atividade ou projeto você considera sua conquista mais importante na carreira?”

Semelhante à pergunta acima, pense nisso como outra maneira de perguntar “Quais são os seus pontos fortes?”. Fazer uma pergunta que o entrevistado tenha orgulho de responder pode fazer com que ele se solte mais durante a entrevista.

As melhores respostas para essa questão não revelam apenas o trabalho com o qual um candidato se sente mais à vontade, mas também fornecem ao recrutador a possibilidade de analisar se a empresa conseguiria ser beneficiada com as habilidades em questão.

3 – “Conte sobre sua relação de trabalho mais difícil – como você lidou com isso?”

Todos já tiveram problemas com alguém do trabalho. Funcionários que sabem como resolver esse tipo de conflito ajudam a promover uma cultura saudável para a empresa. Com essa pergunta, você conseguirá avaliar habilidades de relacionamento interpessoal e como o candidato se comporta em relação a opiniões divergentes.
É também uma boa forma de prever quão aderente ele está com a empresa, com a gestão e com os membros do seu futuro time.

4 – “Você já precisou concordar com uma decisão contra sua vontade? Como foi esse processo?”

Essa pergunta irá mostrar a personalidade do candidato. Se ele disser que concordou porque enxergou que a outra ideia era realmente melhor, significa que é uma pessoa que sabe ponderar e valorizar outras ideias por um bem comum.
Caso tenha se mantido firme na posição, isso pode indicar que se trata de uma pessoa que sabe defender seu ponto de vista e tem confiança em seu trabalho – mas, dependendo de como lidou com a situação, também pode indicar intransigência.

5 – “Em cinco minutos, você pode me explicar algo que seja complicado, mas que você conheça bem?”

Não necessariamente o entrevistado precisa falar sobre trabalho. Pode ser um esporte, um hobby, um assunto específico que ele domine.
Nesse caso, o que está em jogo é seu poder de articulação, de organização das ideias e sua eloquência – que podem ser fundamentais para determinadas funções.

Leia também: Job description: Guia completo para criar uma boa descrição de vaga