sobre employer branding

O que ainda não te contaram sobre Employer Branding

O Employer Branding está sendo implementado pelas empresas como uma das principais estratégias para atrair e reter talentos, gerando comunidades abertas para troca de experiências e a contratação de profissionais especialistas no assunto em grandes companhias do mercado. 

Pode-se dizer que quem não está se preocupando com sua marca empregadora hoje certamente terá dificuldades de posicionar sua empresa como um ótimo lugar para trabalhar em pouco tempo, visto que essa é uma das prioridades de muitas equipes de Recursos Humanos no mercado brasileiro.

O assunto está em alta, mas ainda existem muitos pontos a serem discutidos a respeito de como implementar uma estratégia efetiva de Employer Branding. Confira algumas dicas a seguir: 

O que faz sua empresa única?

Muitas empresas já aprenderam a valorizar sua marca empregadora e destacar o poder que uma comunicação segmentada para talentos pode ter. Nos últimos anos, com o avanço da tecnologia, ficou ainda mais claro de que não existe uma fórmula pronta. 

Cada companhia possui suas singularidades definidas pelo tipo de profissional que recebe, o mercado em que atua, os produtos oferecidos e a cultura gerada como resultado de tudo isso. Isso significa que nem tudo o que você identificou no benchmark com um parceiro pode funcionar para a sua realidade. 

Quais são suas parcerias?

O Employer Branding também se trata da gestão de uma marca e a responsabilidade de desenvolver e trabalhar uma marca geralmente é das áreas de marketing e comunicação. Por isso, trabalhar em parceria com pessoas destes departamentos é essencial para o sucesso da estratégia. 

Um bom Employer Branding necessita de uma atuação multidisciplinar para que ele seja feito de maneira assertiva e traga resultados para a empresa. Os profissionais de RH que trabalham com Employer Branding, eventualmente, devem solicitar uma ajudinha para o departamento de comunicação na hora de planejar suas estratégias. E se quem trabalha com o tema é um comunicador de formação, também precisará consultar os colegas dos Recursos Humanos. 

Outro parceiro essencial neste processo é a liderança. Para que as ações surtam efeito e sejam bem sucedidas, é preciso ter uma liderança engajada e ativa. 

Employer Branding não é só orgânico

Por mais que existam soluções muito simples para começar a desenvolver uma boa estratégia de marca empregadora, como dar feedbacks em processos seletivos, quem investe em campanhas de comunicação internas e externas tem vantagem em termos de atratividade e retenção. 

Mesmo que seja aos poucos, considere provisionar alguma orçamento para desenvolver ações que vão ajudar sua empresa a contar para o mundo como é o ambiente de trabalho e atrair os talentos certos.