Integração de novos funcionários – Glassdoor para Empresas

Checklist para profissionais de recrutamento

Integração de novos funcionários

Introdução

Muito mais do que uma “apresentação da empresa”, em que novos funcionários recebem informações sobre os benefícios, são fotografados, recebem seus crachás e seguem para seus locais de trabalho, um programa de onboarding é uma forma abrangente de envolver os novos funcionários por completo. O processo precisa ter uma logística, sem dúvida, mas, mais importante do que isso: ele se resume a mostrar ao novo funcionário uma visão global para agilizar a compreensão básica das estratégias, dos projetos em andamento, da cultura da empresa e da missão comum. Isso também ajuda a criar uma familiaridade com as pessoas com quem o novo contratado irá interagir.

Para fomentar um bom nível de engajamento, é fundamental acertar no processo de onboarding. A cada etapa, todos da equipe devem demonstrar confiança e naturalidade. Para isso, é preciso manter uma postura profissional e estar bem preparado, o que pode ser difícil depois de cuidar de um processo seletivo que durou semanas (ou até meses) e provavelmente afetou a sua própria produtividade.

É por isso que um checklist é fundamental. Criamos esta lista com tudo o que deve ser feito para proporcionar uma integração que fará o novo colaborador ter sucesso desde o início e, ao mesmo tempo, criar laços com os novos colegas. O processo também tem um pouco de profecia autorrealizável: os funcionários que tiveram uma boa integração passarão isso adiante e farão o mesmo com os futuros funcionários contratados, pois sabem como foram bem-recebidos —(e como isso fez bem). Sua empresa também terá uma reputação sólida em termos de comprometimento dos funcionários, o que é sempre bom.

Os funcionários que tiveram uma boa integração também tendem a continuar por mais tempo na empresa, o que mantém seus custos de recrutamento baixos e a produtividade alta.

É fundamental criar um programa estruturado de integração. Segundo um estudo do Wynhurst Group, quando os funcionários passam por uma integração estruturada, eles têm 58% mais chances de continuar na empresa após três anos.

Agora que já demonstramos como é importante definir os rumos certos logo no início para reduzir a curva de aprendizagem dos novos funcionários, para que eles criem laços saudáveis, continuem felizes e se mantenham na empresa, veja exatamente o que deve ser feito (e em que momento):

Assim que a documentação do funcionario for assinada:

  • Diga como você está animado por tê-lo em sua equipe.
  • Fale sobre as opções de estacionamento e transporte.
  • Diga quando você deseja que ele chegue.
  • Confirme se ele sabe quem deve procurar quando chegar e se essa pessoa está pronta para oferecer uma recepção calorosa!

Uma semana antes da data de início do novo funcionário:

  • Enviar a pauta das reuniões de integração a serem realizadas na primeira semana dele na empresa, para que ele saiba o que esperar.
  • Caso organize um almoço de boas-vindas, perguntar as preferências alimentares de cada um com antecedência faz uma grande diferença.

Na data de início do novo funcionário:

  • Mostre a área de trabalho do novo membro da sua equipe!
  • Dê um cartão de boas-vindas assinado pelos membros da equipe, juntamente com alguns brindes da empresa, como blocos de notas, caneca e canetas.
  • Confirme se o novo funcionário sabe onde ficam as saídas, sanitários e outra áreas. Pergunte também se ele recebeu um mapa que indica as salas de reunião e outros locais importantes.
  • Indique um colega de trabalho para ajudá-lo a se adaptar nas primeiras semanas. Pode ser alguém da equipe dele ou de uma equipe diferente, se o trabalho com equipes interdisciplinares for importante para o cargo dele.
DICA PROFISSIONAL

Configure um lembrete na agenda para fazer o acompanhamento dele daqui a 30, 60 e 90 dias para garantir que o funcionário está feliz e para avaliar o comprometimento dele.

Durante a primeira semana do funcionário:

  • Faça uma reunião individual ou com grupos pequenos para falar sobre a história, a missão e os valores da empresa.
  • Apresente o novo funcionário aos líderes e às diferentes áreas da empresa.
  • Mostre uma visão geral sobre a estrutura da empresa, a função das equipes específicas e mostre as interações e funções em comum que o novo funcionário terá com cada uma delas.
  • Apresente uma visão geral do produto ou serviço que a sua empresa oferece.
  • Organize reuniões individuais ou com grupos pequenos.
  • Oriente o novo funcionário a se reunir com a área de RH para confirmar se todos os benefícios estão corretos e esclarecer dúvidas sobre remuneração.
  • Fale sobre os benefícios, o protocolo para tirar folgas, licenças médicas, etc.

Inclua pessoas de todos os cargos e grupos de tarefas no mesmo treinamento para promover novas amizades e possibilitar que os novos funcionários se conheçam.

Depois de 30, 60 e 90 dias:

  • Peça feedback sobre a experiência dele no processo seletivo e a experiência geral até o momento
  • Essas interações que demonstram atenção podem ser utilizadas para pedir o feedback dos novos funcionários sobre o nível de satisfação deles com a empresa e para assegurá-los de que tomaram a decisão correta.