Encontre o emprego, Melhores empresas

70% das PMEs mais amadas são de tecnologia

No mês de janeiro, divulgamos nosso ranking de empresas Mais Amadas, eleitas segundo avaliações de milhares de profissionais. Divididas em duas listas, foram reveladas as companhias mais bem avaliadas dentre as grandes empresas e PMEs do Brasil.

Embora haja empresas de 14 setores diferentes, boa parte delas é da área de tecnologia e telecomunicações. Considerando-se as duas listas, 40% das 80 mais amadas pertence ao setor. Entre as PMEs, a porcentagem sobe para 70%, com 22 das 30 listadas.

Competição por talentos

Empresas de tecnologia e telecomunicações geralmente demandam uma boa quantidade de pessoas desenvolvedoras de software, um público profissional muito disputado no mercado. Competir por esses talentos faz com que companhias do ramo precisem inovar em benefícios e ações que aumentem a satisfação desses colaboradores.

Mas o pacote de benefícios e a remuneração, sozinhos, não costumam bastar para reter essas pessoas: investir em um escritório confortável e moderno aparece como exigência de muitos profissionais, além da necessidade de estarem em contato com tecnologias de ponta e se sentirem desafiados para aprender cada vez mais sobre sua área técnica.

Vale lembrar também que, por mais que muito seja pensado mirando o perfil de uma pessoa desenvolvedora, profissionais de outras áreas estão cada vez mais atentos ao tipo de ambiente que uma empresa constrói para seus colaboradores. Por isso, há quem prefira trabalhar em empresas do setor, mesmo que seus cargos não estejam diretamente ligados à tecnologia.

A proporção de empresas de tecnologia entre as grandes do ranking pode ainda ser pequeno em relação às PMEs, mas vale lembrar que várias dessas companhias menores têm o modelo de startup em seus negócios. Assim, com um crescimento escalado e um aumento acelerado no número de funcionários, pode ser que listas futuras sejam dominadas pelo setor. Ex-PMEs como Creditas, Escale e Loggi, por exemplo, pularam de uma categoria para a outra este ano.

O ranking

Criado em 2016, o ranking do Love Mondays é composto por duas listas: as 50 Grandes Empresas Mais Amadas e as 30 PMEs Mais Amadas. Para ser elegível ao ranking das grandes empresas, é preciso ter 500 ou mais funcionários globalmente e somar pelo menos 50 avaliações entre 1º de janeiro e 30 de novembro de 2018; para as PMEs, são consideradas empresas com menos de 500 funcionários e o número mínimo exigido é de 15 avaliações no período.

Para chegar aos ambientes de trabalho mais amados, considera-se a nota média de satisfação geral atribuída pelos usuários do Love Mondays. As notas vão de 1 a 5, sendo 1 muito insatisfeito e 5 muito satisfeito.


Quer conhecer quais são as empresas mais amadas do Brasil? Clique aqui e confira o ranking completo.