5 perguntas para fazer a si mesmo antes de pedir um aumento

Você já deve ter se preocupado muito diante de uma decisão difícil: mudar de trabalho, investir naquele curso no exterior ou começar uma nova profissão. Muita gente perde o sono tentando encontrar a melhor resposta.

Curiosamente, tomar decisões difíceis parece uma coisa simples. Isso por que a maioria de nós acredita que tomar decisões gira em torno de um conceito racional, como “escolho x ao invés de y pelo motivo z.” Bem, a verdade é que escolhas podem ser realmente complexas…

Ruth Chang passou por uma situação bem parecida na vida pessoal quando precisou escolher entre se tornar uma filósofa ou uma advogada. Por um lado, a carreira em Direito aparentemente lhe traria conforto e estabilidade. Por outro lado, a ideia de poder trabalhar sentada em uma poltrona e simplesmente pensar não era algo que se parecia com um trabalho que realmente trouxesse retorno financeiro. Hoje, Ruth Chang é professora de filosofia da Universidade de Rutgers, nos Estados Unidos, e estuda escolhas difíceis.

Em parte de sua teoria, ela explica que uma decisão difícil é aquela que você não consegue se decidir mesmo quando uma opção é mais vantajosa do que a outra, isso por que você deve entender o que funciona melhor para você. Nesse contexto, não existe certo ou errado. Parece libertador, não é mesmo?

Quer saber mais? Neste vídeo do TED, Ruth conta como tomar a decisão correta para sua carreira fez com que ela chegasse em sua teoria. Confira:

Veja também: Por que você não deveria tomar decisões importantes no final do dia

Para demandas de imprensa, entre em contato com imprensa@lovemondays.com.br